Cor de isca: transparentes x sólidas

Saiba em quais situações utilizar cada tipo de pintura

Por Alex Koike

A escolha da cor de sua isca é algo complexo. Muitos fatores influenciam a sua escolha. Mas, basicamente, ela deve se basear no contraste e silhueta da artificial dentro da água.

As artificiais podem ter pinturas transparentes/translúcidas, sólidas (geralmente lisas ou possuem baixíssima transparência) ou até a combinação das duas.

A primeira opção proporciona uma aparência mais real e viva, além de ajuda a simular pequenos forrageiros, isso acontece porque muitos deles são translúcidos.

Já a segunda opção, apesar ter aparência menos real, consegue ter uma silhueta mais definida.

Artificiais transparentes possuem um aspecto mais natural, simulando melhor os pequenos forrageiros


E o que isso importa?

Quando pescamos em águas mais limpas ou quando o peixe está mais desconfiado, sob pressão de pesca, o predador tende a fica mais seletivo.

Nessa situação o peixe arrisca atacar somente o que tem uma aparência mais real, como uma isca translúcida. Ela pode ser o gatilho para despertar o ataque do predador.

Já em dias ensolarados ou com a água mais suja, um plug transparente acaba perdendo o efeito citado acima, ou seja, aqui vale empregar uma artificial de cor sólida, que tende a ficar com uma silhueta mais definida, ajudando o predador a localizá-la.

Vale lembrar que isso não é uma regra, mas parâmetros que podem te ajudar a criar a sua própria metodologia de escolha de cor, variando de acordo com os locais onde você pesca.



Isca de cor sólida consegue ter uma silhueta mais definida quando está no contraluz

FONTE: https://pescaecia.com.br/2020/11/30/cor-de-isca-transparentes-x-solidas/

3 visualizações0 comentário

Volte sempre!

©2018 by Júlia Zago